Rissóis de Salmão

Para a Massa:

1 medida de água (uso 1 litro)
1 medida de farinha
100 g de manteiga

1 casca de limão.
1 pitada de sal

Para o Recheio:

1 cabeça e o rabo de salmão
1 cebola picada
50gr de manteiga

1 caldo de marisco
2 colheres de sopa de polpa de tomate.

Meio pacote de creme de marisco
1 pitada de sal
Picante a gosta

Noz-moscada q.b.
Salsa picada q.b.

Comece por cozer em água temperada com sal o salmão. Retire e deixe arrefecer. Depois de frio limpe o peixe de peles e espinhas.

Num tacho coloque a cebola, manteiga, o caldo de marisco, e deixe derreter a manteiga e alourar um pouco a cebola, junte a polpa de tomate e um pouco de água de cozer o peixe (passada no passador).

Faça o meio pacote de creme de marisco na água de cozer o peixe e junte ao refogado. Junte o peixe desfiado e deixe ferver até engrossar um pouco o molho. Juntar salsa picada e mexer para envolver.

Tempere com picante (se gostar) e com noz moscada, verifique o sal.

Normalmente faço o creme num dia e acabo os rissóis no outro dia, reservo o creme no frigorífico, assim fica com uma consistência mais fácil de trabalhar.

Para a massa:

Colocar uma medida de água num tacho largo, com uma pitada de sal, a manteiga e a casca de limão.

Deixar ferver, quando ferver e a manteiga estiver derretida, retirar a casca de limão, e verter de uma só vez a medida da farinha,

baixar o lume, e mexer com uma colher de pau, até a massa formar uma bola e se despegar das paredes do tacho.

Retirar a massa do tacho e trabalhar um pouco com as mãos em superfície enfarinhada. Uso um tapete da tupperware e o rolo da massa da tupperware, não preciso de usar farinha.

Preparação:

Com o rolo da massa esticar a massa finamente, colocar colheradas do recheio, dobrar, e cortar com a ajuda de um copo, ou um cortador de massa.

Passe por ovo batido e pão ralado e frite em óleo bem quente.

Normalmente congelo-os num tabuleiro, todos alinhados, e depois separo-os e guardo-os em sacos de congelação, assim estão sempre prontos a utilizar numa refeição rápida.

Fonte: http://deliciasdivinais.blogspot.pt/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *