Croquetes de Atum

Croquetes de Atum

Ingredientes:

1 lata de atum em óleo
1 colher de chá de massa de alho
1/3 de noz moscada ralada

Pimenta preta
1/2 lata (onde esteve o atum) de água
2 colheres de sopa de parmesão (ou outro queijo seco e intenso)

Sumo de 1 limão médio
Pão ralado claro, q.b.
Sal

Salsa picada
Ovo e pão ralado para panar

Preparação da receita Croquetes de Atum
Veja também a Receita de quiche de atum
Escorra todo o óleo da lata para um tacho.
Desfaça o atum com o auxílio de um garfo.
Leve ao lume sem deixar queimar, no óleo, a massa de alho, salsa e as noz moscada e pimenta, moídas na altura. Se usar alho em pó, deve humedecê-lo para que não torre e tome um gosto a alho queimado.

Junte o atum desfeito e a meia lata de água (pode usar leite), deixe ferver, junte o queijo ralado,
mexa para fundir bem, prove e rectifique sal, por fim o pão ralado suficiente para secar a massa e torná-la firme e moldável sem qualquer dificuldade.
Deve até deixá-la um pouco seca pois no fim, já fora do lume, adicione então o sumo de limão e mexa bem para que fique incorporado.

Panar é passar por ovo e pão ralado, no caso de se estar a trabalhar com algo já cozinhado e com farinha + ovo + pão ralado no caso de crús. Neste caso é, portanto, apenas ovo e pão ralado, resultando os “cozidos” e enfarinhados numa casca solta e ôcos entre esta e o interior.
Se for comer logo os croquetes, pane uma vez. Se for esperar mais de uma hora ou que sejam para comer frios, deve panar duas vezes: ovo + pão ralado + (espera de uns minutos) + ovo + pão ralado.
Frite em óleo ou azeite refinado, muito quente e por imersão, devendo ficar prontos em poucos segundos.
Se quiser melhorar o aspecto nutri-dietético, pode fazê-los no forno; perdem um pouco a graça mas também perdem muito em calorias.

Veja também a receita  Castanhas assadas no sal fáceis de fazer sem fumo e sem sujar ficam deliciosas e a casca sai facilmente

Dicas genéricas (para croquetes em geral):

– Nunca use carne picada em crú.
– Coza pouco as carnes para que mantenham consistência fibrosa.
– Nunca adicione farinha (ou bechamel) que fazem o croquete rebentar na fritura.
– Nunca use cebola ou tomate (que dão um sabor “guisado”)

– Se não tem um moínho, não faça croquetes de carne. Os dispositivos de lâmina rotativos não servem (faça de atum, bacalhau).
– Não use moscada comprada em pó. Rale a noz na altura.
– Assegure-se que tem calor suficiente para fritar rápido. Se necessário, frite só meia dúzia de cada vez para a temperatura não baixar.
– Use um bom chouriço para os croquetes de carne. Não ceda à tentação de usar um sucedâneo industrial barato, que pode arruinar tudo.

Fonte https://www.receitasparatodososgostos.net/

Share Button

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *