Água Mel uma maravilha do Alentejo e Algarve

INGREDIENTES

Cera de mel dos cortiços;
Água;
Cascas de laranja;

Erva-doce em grão;
1 Pitada de erva-doce moídas;
1 Pau de canela.

NOTA: Não existe uma quantidade especifica de ingredientes, será a experiencia e o gosto de cada um que o determina.

PREPARAÇÃO

Uns dias antes e protegidas da “mosca”, coloque a secar algumas cascas de laranja. Depois de secas reserve;
Coloque um recipiente com água ao lume atá ferver;

Com a água a ferver, lave a cera dos opérculos e de alguns quadros “velhos”, com pólen, ou pão de abelha como se diz no Alentejo;
Retire a cera da água e com a ajuda de um passador de malha muito fina, ou com um pano, filtre a água;
Deixe repousar a água durante 6 horas no mínimo;

Volte a filtrar a água e coloque-a novamente ao lume até ferver. Assim que começou a ferver, baixe o lume para brando;
Á medida que vai criando espuma, com um passador, vá retirando essa espuma para um outro recipiente;
Entretanto, coloque as cascas de laranjas que secou, ou pode colocar sem estarem secas, sendo que assim, deverá meter menos;

Faça uma boneca (para que não se espalhe na água) com um pouco de ervas doces em grão, uma pitada de ervas doces moídas e um pau de canela;
Continue a retirar a espuma até que a água fique no ponto desejado, em que o ideal, será o “ponto de pérola”;

Retire do lume, volte a filtrar tudo para dentro de um outro recipiente e, deixe repousar 6 a 8 horas pelo menos – o ideal será de um dia para outro;
Volte a retirar a espuma que se formou e finalmente, coloque dentro de frascos esterilizados para guardar.
Pode utilizar de diversa formas, como utiliza o mel, em bolos, sobremesas mas, onde a água mel sabe melhor, é a acompanhar requeijão de queijo de cabra.

Veja também a receita  Filhós da minha avó

NOTAS:

É muito importante que todo o processo seja feito com o lume muito lento, é certo que demora muito tempo (1 dia), mas se acelerar o processo, irá queimar e amargar. Sendo que também vai determinar a cor final da água mel;

A espuma da água mel que foi retirando, não a deite fora. Deixe secar um pouco ao ar livre, forme pequenas bolas e, coma como se bombons se tratassem, ou então, como receio de um bolo por exemplo.

Share Button

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *